STJ empossa primeiro ministro negro de seu quadro

BRASÍLIA - O Superior Tribunal de Justiça (STJ) deu posse nesta quarta-feira ao primeiro ministro negro da Corte, o desembargador federal Benedito Gonçalves. Ele passa a ocupar a vaga aberta com a aposentadoria do ministro José Delgado, afastado da magistratura desde junho deste ano.

Carol Pires, Último Segundo/Santafé Idéias |

Acordo Ortográfico

O nome de Gonçalves foi aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça do Senado em 13 de agosto deste ano e referendado pelo plenário no último dia 26.

Ele é o segundo negro indicado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva para tribunais superiores. O primeiro foi o ministro Joaquim Babosa, do Supremo Tribunal Federal (STF), em 2006.

Estiveram presentes na cerimônia de posse os presidentes do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Carlos Ayres Britto.

Benedito era desembargador do Tribunal Regional Federal da 2ª Região, no Rio de Janeiro. Ele foi indicado por Lula por recomendação do governador do Rio, Sérgio Cabral.

Gonçalves é formado em Direito pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), com especialização em Direito Processual Civil e ingressou na magistratura em 1988, como juiz federal.

Nos anos 90, ele foi nomeado a desembargador, quando coordenou o Projeto Zero, da Corregedoria Geral da Justiça Federal da 2ª Região, projeto de combate à morosidade do Judiciário.

    Leia tudo sobre: stj

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG