STJ derruba liminar que impedia convenção do PMDB

O presidente do Superior Tribunal de Justiça, ministro Cesar Asfor Rocha, derrubou a liminar que impedia a realização da convenção nacional do PMDB, marcada para este sábado. A decisão foi tomada no fim da noite de sexta-feira.

Rodrigo Haidar, iG Brasília |

A convenção que vai definir a nova direção do partido havia sido suspensa por decisão do Tribunal de Justiça do Distrito Federal. O deputado federal Michel Temer (PMDB-SP) deve ser reconduzido à presidência do partido.

Temer foi o articulador da antecipação da convenção. A ala dissidente do PMDB recorreu à Justiça porque queria sua realização em março e não concorda com a aliança nacional feita pelo partido com o PT. Temer é cotado para ser candidato à vice-presidência na chapa que será encabeçada por Dilma Roussef, ministra-chefe da Casa Civil.

Divergências

Nesta sexta-feira, o Tribunal de Justiça do Distrito Federal concedeu liminar suspendendo a convenção nacional do PMDB, marcada para este sábado, que escolheria a nova direção do partido.

A disputa ocorre não por uma mera discordância de calendário, mas sobre a divergência entre dois projetos políticos.

Esse grupo que moveu a ação judicial - diretórios de São Paulo, Santa Catarina, Pernambuco e Paraná - não concorda com a proposta de aliança nacional da legenda com a pré-candidata do PT, ministra Dilma Rousseff.

O outro grupo, a maioria da legenda, patrocina o pacto eleitoral que daria ao partido - talvez na figura do próprio Michel Temer - a vaga de vice na chapa.

*Com informações da Reuters

Leia mais sobre convenção do PMDB

    Leia tudo sobre: convençãopmdbstj

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG