A Quinta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) concedeu hoje habeas-corpus a Adriana Almeida, viúva de René Senna, ganhador do prêmio de R$ 51,8 milhões da Mega-Sena em 2005. Segundo a assessoria de imprensa do tribunal, a ex-cabeleireira será solta por conta do excesso de prazo da prisão temporária.

Ela está presa há mais de um ano e meio, sem julgamento.

O Ministério Público (MP) denunciou Adriana como mandante do assassinato do agricultor. René foi morto a tiros, em 7 janeiro do ano passado, em uma bar em Rio Bonito, na Grande Rio de Janeiro. Além dela, foram acusados de participar do crime a professora de educação física Janaína Silva de Oliveira e quatro ex-seguranças do milionário: o cabo da Polícia Militar (PM) Marco Antônio Vicente; o sargento Ronaldo Amaral de Oliveira, o China ; o funcionário público Ednei Gonçalves Pereira; e o ex-PM Anderson Silva de Sousa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.