STJ autoriza novas buscas e apreensões no DF

O ministro Fernando Gonçalves, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), acolheu parcialmente as solicitações do Ministério Público e determinou que a Polícia Federal realize novas buscas e apreensões nos endereços de acusados de envolvimento no esquema de distribuição de propina em Brasília, conhecido como mensalão do DEM.

Agência Estado |

Gonçalves, porém, não deu os nomes desses envolvidos para não alertá-los. O ministro determinou também que os principais envolvidos no escândalo sejam interrogados.

Gonçalves todavia não analisou ainda o pedido de quebra de sigilo bancário e fiscal do governador José Roberto Arruda e demais envolvidos no esquema. O pedido de quebra de sigilo foi feito pelo Ministério Público e pela Polícia Federal. Arruda é suspeito de ser o cabeça do esquema.

Para não prejudicar as investigações, o ministro determinou o sigilo temporário das investigações nessa fase do inquérito.

Leia mais sobre: escândalo no DF

    Leia tudo sobre: arruda

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG