STF nega pedido e Protógenes terá de depor na CPI

O ministro Carlos Alberto Menezes Direito, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou hoje um pedido do delegado da Polícia Federal Protógenes Queiroz, responsável pelas investigações da Operação Satiagraha, para que fosse adiado depoimento marcado para hoje na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Grampos. No pedido, Protógenes alegou que não poderia faltar a um curso de aperfeiçoamento do qual está participando na Academia Nacional de Polícia.

Agência Estado |

Segundo ele, a ausência no curso é "inaceitável". O ministro, porém, não considerou o argumento relevante.

A decisão de recorrer ao STF havia sido tomada após a recusa do presidente da CPI, deputado Marcelo Itagiba (PMDB-RJ), em adiar o depoimento do delegado. Protógenes foi afastado da Satiagraha pela cúpula da PF no mês passado, oficialmente em razão do curso de aperfeiçoamento na Academia Nacional de Polícia, em Brasília.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG