A ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Ellen Gracie negou pedido de liminar do advogado Ricardo Tosto, investigado pela Operação Santa Tereza, da Polícia Federal. Acusado de participar do esquema de desvio de recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Tosto queria que fosse suspensa a ação penal instaurada na 2ª Vara Federal Criminal de São Paulo a partir da Operação Santa Tereza.

Ele alegava que o assunto deveria ficar sob os cuidados do Supremo, pois envolveria deputados federais, como Paulo Pereira da Silva (PDT-SP), o Paulinho da Força Sindical. A ministra do Supremo, porém, negou liminarmente o pedido. O mérito da reclamação ainda precisa ser julgado pelos ministros do tribunal. E não há data prevista.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.