Apesar do pedido de vista do ministro Marco Aurélio Mello ao processo sobre o modelo de demarcação da reserva indígena Raposa Serra do Sol, localizada em Roraima, apenas o ministro Celso de Mello disse que gostaria de aguardar o voto de seu colega, para depois se manifestar. Os demais alegaram que já têm o voto por escrito e que gostariam de lê-lo antecipadamente.

A sessão no Supremo Tribunal Federal (STF) foi, então, retomada.

O ministro Ricardo Lewandowski foi um dos que manifestaram pela continuidade do julgamento, "pelo momento histórico importante, quando existem tensões que precisam ser resolvidas o mais breve possível". "Estou preparado para votar", disse Lewandowski. A ministra Cármen Lúcia já iniciou a leitura de seu voto.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.