Responsável pela ação penal que apura o escândalo do mensalão, o ministro Joaquim Barbosa, do Supremo Tribunal Federal (STF), concluiu a fase de interrogatório das testemunhas de acusação. Barbosa, agora, determinou a notificação das testemunhas de defesa para que deponham no inquérito que apura o suposto esquema de pagamento de mesadas a parlamentares em troca de apoio ao governo.

A próxima fase da ação penal deve começar em janeiro. O relator disse que espera empenho, “tendo em vista o grande número de testemunhas arroladas e o perigo de esta fase da ação penal se arrastar excessivamente”. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.