STF cancela sessões após morte de Menezes Direito

As sessões da Primeira e Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) marcadas para hoje e amanhã do plenário da Corte foram canceladas em razão da morte do ministro Carlos Alberto Menezes Direito. Ele faleceu durante a madrugada no Hospital Samaritano, Rio de Janeiro, aos 66 anos, em decorrência de complicações no pâncreas por conta de um câncer.

Agência Estado |

O ministro completaria 67 anos no próximo dia 8.

O velório está sendo realizado no antigo prédio do STF, na capital fluminense, atual Centro Cultural da Justiça Federal. O enterro ocorrerá no final da tarde no cemitério São João Batista, em Botafogo, na zona sul da cidade. O ministro chegou ao hospital no sábado com complicações no pâncreas e foi direto para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Ele precisou ser sedado e passou a respirar com a ajuda de aparelhos.

Menezes Direito estava de licença médica desde 21 de maio, quando foi submetido a uma cirurgia para retirada de um tumor no pâncreas. Após o procedimento, o ministro se recuperou e obteve alta, retornando para casa. Nas últimas semanas, voltou a passar mal e foi internado por duas vezes, quando recebeu transfusão de sangue. Segundo Gustavo Direito, o estado de saúde do pai se agravou e o ministro não resistiu.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG