STF anula julgamento desfavorável a Aniz Abrahão David

BRASÍLIA - A Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu anular nesta terça-feira o julgamento que, na semana passada, arquivou habeas-corpus apresentado em defesa do presidente da escola de samba Beija-Flor, Aniz Abrahão David.

Redação |

Acordo Ortográfico

O pedido de anulação foi feito pelo próprio acusado, que alegou não ter sido avisado da data do julgamento. O resultado da decisão da semana passada foi a revogação da liminar concedida pelo ministro Marco Aurélio, em dezembro de 2007, para libertar Abrahão e outros 17 acusados de participar de uma organização criminosa que atuaria na exploração de jogos de azar no Rio de Janeiro.

O ministro Marco Aurélio, relator do habeas-corpus, explicou nesta tarde que seu gabinete avisou a defesa de Abrahão sobre a data de julgamento. Mas, segundo o ministro, o processo acabou sendo encaminhado à Procuradoria Geral da República e, quando voltou ao STF, foi direto para julgamento na Turma, sem que a defesa fosse novamente avisada do julgamento.

Por isso, os ministros declararam o julgamento da semana passada insubsistente, para que o pedido de habeas-corpus seja analisado novamente, com o aviso prévio da data à defesa do acusado. A decisão foi unânime.

Leia mais sobre: Aniz Abrahão David

    Leia tudo sobre: aniz abrahão david

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG