Abastecimento deve se normalizar por volta da meia-noite desta sexta-feira

O vazamento de uma adutora da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), ocorrido na manhã desta sexta-feira, deixou sem água cerca de 75 mil moradores da região dos Jardins, zona oeste de São Paulo.

Segundo a Sabesp, para chegar ao vazamento foi necessário abrir um buraco de um metro de diâmetro. A escavação ocorreu na Rua João Moura, perto do cruzamento com a Alameda Gabriel Monteiro da Silva. A interrupção do fornecimento de água foi necessária para que a equipe técnica fizesse os reparos.

Local onde a Sabesp escavou para controlar o vazamento, na Rua João Moura, próximo à Alameda Gabriel Monteiro da Silva
AE
Local onde a Sabesp escavou para controlar o vazamento, na Rua João Moura, próximo à Alameda Gabriel Monteiro da Silva

O abastecimento de água deve se normalizar por volta da meia-noite desta sexta-feira, de acordo com previsão da Sabesp. A empresa ainda não tem informações sobre o que teria causado o vazamento.

Em nota publicada em seu site, a Sabesp afirma que "eventuais danos em casas da região serão avaliados e, se confirmado que foram afetados pelo vazamento, serão ressarcidos pela companhia".

* Com informações da Agência Estado

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.