Universitário morre em briga em bar no Itaim, em São Paulo

Testemunhas contaram que homens discutiram por causa de uma mulher que estava no local

AE |

selo

O analista de crédito Raphael Reis Carvalho, de 20 anos, foi preso em flagrante na madrugada de domingo acusado de matar o universitário Igor Salvetti Caleman, de 22 anos, na porta de uma casa noturna na Rua Tabapuã, no Itaim-Bibi, zona sul de São Paulo. Testemunhas contaram que os dois discutiram por causa de uma mulher que estava no local. Segundo a polícia, Carvalho usou um copo quebrado para atingir Caleman. Com ferimentos no pescoço, o estudante morreu pouco depois de dar entrada no Hospital São Luiz.

A briga começou dentro do bar chamado Sr. Pitanga, mas a discussão continuou do lado de fora da casa, em um fumódromo. De acordo com investigadores, o universitário era filho do diretor administrativo da Faculdade de Medicina de Marília (Famema), Gilson Caleman, e estudava na capital. A família não foi localizada pela reportagem.

Carvalho foi levado por policiais militares para o 15.º Distrito Policial (Itaim-Bibi), onde o crime foi registrado como homicídio doloso - quando há intenção de matar. O suspeito afirmou, em boletim de ocorrência, que usou o copo para se defender após entrar em luta corporal com Caleman. As informações são do Jornal da Tarde.

    Leia tudo sobre: brigabarmorteitaimsão paulo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG