Universitário é morto por ladrão na frente do pai em SP

A princípio, o pai pensou que o ladrão tivesse roubado o iPod. "O equipamento não foi levado. O assaltante atirou e correu", disse

iG São Paulo |

O estudante Felipe Tsutomu Honorato Shiba, de 19 anos, foi morto com um tiro na testa por um ladrão, anteontem à noite, ao chegar em casa, na Rua Américo Braz, no Cursino, zona sul de São Paulo. O pai da vítima, o corretor de imóveis Ricardo Tsutomu Shiba, de 46 anos, presenciou o crime. O assaltante fugiu a pé, sem levar nada. 

Felipe estava entrando em casa quando um ladrão, com arma em punho, aproximou-se dele e anunciou o roubo. Estudante do 6.º semestre de Ciência da Computação na Universidade Nove de Julho (Uninove), o jovem voltava do Vale do Anhangabaú, no centro da capital paulista, onde fazia estágio em uma empresa. 

O universitário conversou com o assaltante, mas em nenhum momento esboçou reação. Mesmo assim, o criminoso atirou na testa do estudante. Ricardo, que costumava abrir o portão para o filho, viu tudo pela janela da sala e nada pôde fazer. Segundo o corretor de imóveis, Felipe não tinha o hábito de andar com muito dinheiro. A princípio, Ricardo pensou que o ladrão tivesse roubado o iPod do rapaz. "O equipamento não foi levado. O assaltante atirou e correu", afirmou o pai. 

Felipe foi socorrido no Hospital Saboya, no Jabaquara. Ontem, consolado por vizinhos, Ricardo fez um desabafo: "Estou transtornado. Aconteceu tudo muito rápido. Não consegui ver o criminoso. Não sei se a abordagem foi no portão ou se ele já estava seguindo meu filho. Não houve reação", disse. Agora, a família da vítima pretende se mudar do bairro. 

O crime foi registrado no 35.º Distrito (Jabaquara) como latrocínio (roubo seguido de morte), embora nada tenha sido levado. O delegado titular Enjolras Rello de Araújo afirmou que o ladrão é franzino, pardo e tem aproximadamente 1,60 metro. "Estamos investigando o caso. Por enquanto, não temos pista do assaltante", disse. O corpo do universitário foi enterrado às 16h45 no Cemitério e Crematório Vale da Paz, em Diadema, na região do ABC. As informações são do "Jornal da Tarde".

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG