Umidade do ar baixa coloca São Paulo em estado de atenção

De acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências, expectativa é de que índice caia ainda mais, podendo ficar abaixo de 20%

AE |

selo

Pelo segundo dia consecutivo, a Defesa Civil de São Paulo decretou estado de atenção para toda a capital paulista nesta quinta-feira, em razão da queda no índice de umidade relativa do ar, que está em torno dos 29%. De acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências da Prefeitura, a expectativa é de que o índice caia ainda mais, podendo ficar abaixo dos 20%, o que determinaria estado de alerta, conforme o ocorrido ontem.

O tempo deve seguir seco e estável com predomínio de sol nos próximos dias. As temperaturas oscilam entre mínimas de 15ºC e máximas que podem superar os 30ºC. Dessa forma, persistem os problemas com a baixa umidade, qualidade do ar e formação de queimadas. A previsão começa a indicar uma mudança no tempo a partir deste domingo (5), quando a chegada de uma frente fria deve aumentar a nebulosidade e provocar chuvas isoladas em São Paulo.

Queimadas

A Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) liberou, entre a noite de ontem e a madrugada de hoje a queima noturna da palha da cana-de-açúcar em todos os municípios do Estado. A atividade estava proibida desde quinta-feira da semana passada, dia 26. A liberação ocorreu após a umidade relativa do ar superar os 20% durante a tarde de ontem em todo o Estado.

A queima da palha de cana em todo o Estado de São Paulo segue proibida, até 30 de novembro, entre 6 horas e 20 horas. Entre 20 horas e 6 horas, a queima é liberada. No caso de a umidade média abaixo dos 20%, no período avaliado pela Cetesb entre 12 horas e 17 horas, a proibição será ampliada para o período noturno também.

    Leia tudo sobre: tempocalorumidade relativa do ar

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG