Trio morre após invadir casa e trocar tiros com a Rota em SP

Dois dos assaltantes eram menores de idade e fugitivos da Fundação Casa. Tiroteio aconteceu no Jardim Arpoador, zona oeste da capital paulista

AE |

selo

Três assaltantes de residência, dois deles de 17 anos e ambos fugitivos da Fundação Casa (antiga Febem), morreram ao trocar tiros com PMs das Rondas Ostensivas Tobias Aguiar (Rota), por volta das 21h de ontem, quando ainda estavam dentro de uma das casas da Rua General José Luiz Pereira de Vasconcelos, no Jardim Arpoador, zona oeste da capital paulista.

Os policiais, em patrulhamento na região, foram até o endereço após uma testemunha ligar para o 190 informando sobre um assalto em andamento. Quando se aproximavam da casa, os PMs viram cinco pessoas - uma família de orientais - deixando o imóvel. Eram as vítimas, que, não se sabe ainda como, pois não quiseram falar com a reportagem, conseguiram abandonaram a casa. Uma delas, idosa e cadeirante, era carregada pelo familiar. Segundo a polícia, a casa foi invadida após algumas das vítimas serem rendidas quando chegavam à residência.

Ao entrarem na casa, os policiais iniciaram a varredura pela garagem. Dois dos três tiroteios ocorreram no corredor lateral; o outro na edícula, após os bandidos tentarem deixar o local atirando contra os policiais, que revidaram. Josivan Soares dos Santos, de 20 anos, que já tinha oito passagens pela polícia, e os dois comparsas foram baleados e morreram quando eram atendidos no pronto-socorro municipal Bandeirantes.

Com o trio, os policiais apreenderam um revólver calibre 38, de numeração raspada, uma pistola calibre 380, furtada em 2006, e uma segunda pistola, de mesmo calibre, austríaca, no valor de R$ 5 mil. O caso foi registrado no 89º Distrito Policial, do Portal do Morumbi.

    Leia tudo sobre: crimesão pauloassalto a residênciarota

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG