Durante a abordagem, os criminosos tentaram fugir pulando a janela, de uma altura de 8 metros

selo

Três homens foram presos em flagrante ontem, em Diadema, na Região Metropolitana de São Paulo, acusados de invadirem casas e manter famílias reféns para usar o imóvel como ponto de venda de drogas. Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), os suspeitos entraram em uma casa de três andares e usavam uma garrafa pet, amarrada em uma corda, para entregar a droga e receber o dinheiro dos usuários.

Depois de dois dias de campana, os policiais iniciaram na tarde de ontem uma operação para prender os homens, que atuavam na favela Portinari, próxima ao quilômetro 18 da Rodovia dos Bandeirantes. Durante a abordagem, os criminosos tentaram fugir pulando a janela, de uma altura de 8 metros. Um deles teve fratura exposta do fêmur e outro quebrou o tornozelo. O terceiro teve ferimentos leves. Todos foram levados a um hospital. Na casa foram encontradas 1.050 porções de cocaína e 300 de maconha. A família mantida refém foi libertada sem ferimentos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.