TJ-SP: Metrô terá de indenizar dono de imóvel

Em razão de se tratar de prédios comerciais e não terem sido avaliados como tal, o cálculo será refeito

AE |

selo

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) decidiu por unanimidade nesta quarta-feira que a Companhia do Metropolitano de São Paulo (Metrô) terá de depositar valor referente a imóveis desapropriados para expansão da malha metroviária da capital.

Ivan Michel Saad teve dois imóveis desapropriados na avenida Santo Amaro, zona sul de São Paulo, avaliados em quase R$ 2 milhões. Em razão de se tratar de prédios comerciais e não terem sido avaliados como tal, a 1ª instância suspendeu a decisão até que valor seja devidamente calculado.

Segundo o desembargador Burza Neto, relator do recurso, Saad não pode aguardar o desfecho do processo para ter acesso ao dinheiro. Com esse argumento, determinou que o Metrô deposite 80% da importância avaliada, até que seja apurado o valor total dos imóveis.

    Leia tudo sobre: metrô

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG