Tiro de PM mata jovem em frente a escola em SP

Policial afirma que arma disparou quando era cercada por adolescentes. Estudante de 17 anos foi atingido por tiro na nuca e morreu

AE |

selo

Uma reunião de adolescentes para ouvir música e beber em frente a uma escola terminou em morte na tarde de quarta-feira, na zona sul da capital paulista. Os estudantes estavam reunidos em frente à Escola Estadual Professor Luis Magalhães de Araújo, na Estrada do M' Boi Mirim, altura do número 3.500, quando a policial Simone da Silva de Oliveira, 37 anos, chegou ao local para dispersar um suposto tumulto, segundo a polícia.

Simone disse que os jovens a cercaram com o objetivo de pegar sua arma, quando ela sacou o revólver da cintura e houve o disparo acidental. O estudante Leonardo Bento do Amaral, de 17 anos, estava na garupa da moto de um amigo e foi atingido na nuca. Ele morreu enquanto era atendido no Hospital das Clínicas.

Na sua página no site de relacionamentos Orkut, diversos amigos deixavam mensagens de revolta e luto: "Meu Deus, como eu queria que fosse um pesadelo, que bom seria se você voltasse", escreveu um colega. "Tá fazendo muita falta a sua presença conosco aqui, você se foi da Terra, mas dos nossos corações nunca (SIC)", disse outro.

Simone pertence à 1ª Companhia do 37º Batalhão Metropolitano e tem dez anos de polícia. Ela foi autuada em flagrante por homicídio culposo, pagou fiança de R$ 500 e responderá ao processo em liberdade. O caso foi registrado no 92º Distrito Policial, no Parque Santo Antônio.

    Leia tudo sobre: tiroadolescenteestudantemortepolicialescola

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG