Suspeito de matar estudante em SP era procurado por latrocínio

Segundo a Polícia Civil, o homem teria atirado em advogado no início de janeiro deste ano

iG São Paulo |

Divulgação
Suspeito é moreno claro, corpo atlético, tem cerca de 1,70 m de altura, aparenta ter entre 25 e 27 anos, olhos e cabelos castanhos
O homem preso na última quarta-feira (9), por policiais militares , suspeito de assassinar o estudante universitário Jair Henrique Pavaneli, de 21 anos, no último dia 6, na zona leste da capital, também está envolvido no assassinato de um advogado na mesma região, no dia 6 de janeiro.

De acordo com a Polícia Civil, Sebastião Soares, de 67 anos, foi abordado por dois homens quando estava em seu carro e, após ter sido baleado, ainda seguiu dirigindo até o Hospital São Carlos, mas não resistiu aos ferimentos.

Após as investigações, os policiais chegaram ao autor do crime, A.F.M, de 18, já envolvido em outros casos de latrocínio e roubos. Será pedida a prisão preventiva do acusado, já que a temporária foi decretada pela Justiça.

A Polícia Civil divulgou, na noite do dia 7, o retrato falado do suspeito de matar o estudante. Segundo a Secretaria de Segurança Pública, isso ajudou na localização do homem, preso após uma denúncia anônima, nesta quarta-feira. As investigações continuam pelo 53º DP (Parque do Carmo).

Testemunhas contaram à polícia que o estudante estava saindo de sua casa com um carro, modelo Fiesta preto, quando dois homens desconhecidos anunciaram o assalto. Após entregar o carro, o estudante foi baleado com quatro tiros. Depois os assaltantes fugiram. A mãe do jovem teria presenciado o assassinato.

Jair foi levado para o pronto-socorro do Hospital Santa Marcelina, de Itaquera, por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas acabou morrendo.

    Leia tudo sobre: crimelatrocínioestudantezona lestesão paulo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG