SP vacina 239 mil crianças contra paralisia em 2 horas

Secretaria de Saúde de São Paulo divulga relatório preliminar sobre a campanha de vacinação contra a poliomielite no Estado

AE |

A Secretaria de Saúde de São Paulo divulgou neste sábado relatório preliminar sobre a campanha de vacinação contra a poliomielite no Estado. Segundo o balanço, 239 mil crianças se vacinaram nas duas primeiras horas da campanha em todo o Estado. Esta primeira fase da campanha pretende imunizar 2,9 milhões de crianças menores de cinco anos contra a doença no Estado. O número corresponde a 95% dos 3,05 milhões de paulistas nesta faixa etária.

VALTER CAMPANATO-ABR
Em clima de Copa do Mundo e com o slogan "Vacinou, É Gol", campanha começa no Brasil. Criança é vacinada em Brasília
A meta nacional é imunizar 14,6 milhões de crianças, o que representa 95% dos menores de cinco anos.

Para receber a vacina é preciso ir a um dos 115 mil postos de saúde espalhados pelo Brasil. Cerca de 24 milhões de doses estarão disponíveis para cada fase da campanha – a próxima acontece dia 14 de agosto.

Além da vacina contra a poliomielite, as crianças podem colocar em dia a caderneta de vacinação. Estarão disponíveis vacinas como a Tetravalente (contra difteria, tétano, coqueluche e hemófilo B), Tríplice viral (contra sarampo, caxumba e rubéola) e contra hepatite.

Desde 1988 o Estado de São Paulo não registra casos de paralisia infantil, mas a vacinação de crianças continua sendo importante porque o vírus da pólio ainda circula em países da África e da Ásia, representando, portanto, uma ameaça à população mundial.

Na Rússia, pelo menos 12 casos de pólio foram registrados neste ano. Os casos teriam origem no Tadjiquistão, país no sul da Ásia, que fazia parte da antiga União Soviética. O problema ocorre, segundo a Rússia informou à Organização Mundial de Saúde, por falta de vacinação no país vizinho. Ao todo, 26 países ainda registram casos da poliomielite.

A poliomielite é uma doença viral aguda. Há risco da criança se tornar paralítica.

* Com informações da Agência Estado

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG