SP terá mais US$ 1 bi para metrô e despoluição do Tietê

Governador de São Paulo, Alberto Goldman embarca para Washington, onde assinará contratos de financiamento com o BID

AE |

selo

O governador de São Paulo, Alberto Goldman, embarca hoje para Washington, onde assinará contratos de financiamento com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Os contratos garantirão US$ 481 milhões para a expansão da linha 5 (lilás) do Metrô de São Paulo e US$ 600 milhões para a terceira etapa do programa de despoluição do Rio Tietê.

Os recursos destinados ao Metrô financiarão a aquisição e implantação do sistema de telecomunicações e controle de tráfego (CBTC), rede de alimentação elétrica e sistemas auxiliares e a adequação de oito trens em operação. A expansão da linha 5 do metrô abrange a construção de 11,4 km de linhas e 11 novas estações, além da aquisição de 26 novos trens de seis vagões, já equipados com o CBTC, com ar-condicionado, câmeras de vigilância, motores e freios inteligentes. O investimento total nas obras de expansão da linha 5, com previsão de conclusão para 2013, é estimado em cerca de R$ 5 bilhões.

Já para a terceira etapa da despoluição do Rio Tietê, foi firmado um acordo entre o BID e a Companhia de Saneamento do Estado de São Paulo (Sabesp). Os recursos serão aplicados na expansão da coleta e tratamento de esgotos que são despejados no Rio Tietê na Região Metropolitana de São Paulo.

    Leia tudo sobre: metrôtietê

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG