SP se prepara para o aumento de dúvidas sobre Aids após carnaval

Aumento no número de testes de HIV sobe em média 39% no período após comemorações

iG São Paulo |

A procura de paulistas com dúvidas sobre Doenças Sexualmente Transmissíveis e locais que fazem testes de HIV chega a crescer 60% no período pós-carnaval, segundo um balanço realizado pela Secretaria de Estado da Saúde com base nos dados do Disk-Aids, serviço telefônico gratuito para orientações à população.

Em janeiro de 2010, foram registrados 405 atendimentos. No período de um mês após o carnaval naquele ano, o número de atendimentos subiu para 659. De acordo com a Secretaria, o aumento das dúvidas também foi notado pelo Centro de Referência em DST/Aids, unidade estadual na zona sul de São Paulo, que registrou no ano passado, aumento de 39% no número de pessoas que fizeram o teste de HIV após o Carnaval: de 336 em janeiro para 467 em março.

“O aumento na procura pelo Disk-Aids e pelos testes demonstra a importância de se divulgar esses serviços. Com orientação, a pessoa consegue ter um encaminhamento correto para cada situação vivida” explica Maria Clara Gianna, diretora do Centro de Referência e Treinamento em DST/AIDS.

O Disque DST/Aids é um serviço de utilidade pública oferecido pela Secretaria de Estado da Saúde desde 1983. O serviço funciona de segunda a sexta-feira das 8h às 18h. Não haverá atendimento durante o feriado de Carnaval. O serviço retorna ao meio-dia da quarta-feira.

    Leia tudo sobre: aidscarnavalsaúdesão paulo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG