Só 1,6% dos veículos sem inspeção é multado em São Paulo

Radares da capital autuaram um motorista a cada dois minutos por descumprimento da lei

AE |

selo

Os radares da capital paulista multaram um motorista a cada dois minutos por falta de inspeção veicular ambiental. O primeiro balanço da Secretaria Municipal dos Transportes mostra que 26.615 automóveis irregulares foram flagrados entre 6 de dezembro e 6 de janeiro. O número de autuações representa 1,6% do total de motoristas que não compareceram aos postos da Controlar - empresa responsável pelo processo.

No ano passado, 1.640.925 veículos não realizaram a inspeção, segundo dados da Secretaria do Verde e Meio Ambiente - eram esperadas 4,7 milhões de inspeções. Uma das explicações para a baixa quantidade de multas em relação ao número de carros e motos irregulares é que o período analisado coincide com as férias escolares e com as festas de fim de ano, quando a frota circulante diminui.

"Esse número de multas é muito baixo. Não acho que seja significativo", avalia o consultor de trânsito Sérgio Ejzenberg. Ele disse esperar que o número de autuações aumente nos próximos meses. "Isso pode virar um festival de multas."

Outra justificativa é a localização dos radares capazes de flagrar esse tipo de infração. Os modelos usados pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) têm o sistema de Leitura Automática de Placas (LAP). Como a função inicial desses equipamentos era fiscalizar, além do limite de velocidade, quem desrespeitava o rodízio, praticamente todos estão instalados no centro expandido ou nas Marginais do Tietê e do Pinheiros. Por outro lado, estima-se que a frota mais antiga e fora dos limites para a inspeção circule na periferia.

A multa pela falta de inspeção veicular é de R$ 550 e não acrescenta pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH). As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: inspeçãoveicularambientalsão paulomulta

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG