Situação melhora e tráfego volta a fluir na Marginal Tietê, em SP

Por conta das fortes chuvas, rodízio municipal é suspenso nesta terça-feira. Já choveu 93% do esperado para janeiro

iG São Paulo |

nullA forte chuva que atingiu a cidade de São Paulo no final da noite de ontem e madrugada de hoje voltou a deixar a situação complicada para o motorista que trafegava pelas ruas da capital paulista, enfrentando pontos de alagamento em quase toda a cidade, na manhã desta terça-feira.

Segundo informações da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), o trânsito só voltou a se normalizar por volta das 9h50, quando não havia mais nenhum ponto de alagamento na Marginal Tietê, que chegou a apresentar seis pontos com acúmulo de água, na altura da ponte do Limão, ponte da Freguesia do Ó, ponte Presidente Jânio Quadros, ponte Tatuapé, ponte Vila Guilherme e na ponte das Bandeiras.

De acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), São Paulo apresentava, por volta das 15 horas, apenas dois pontos ativos de alagamento, ambos transitáveis. Com pequenos reflexos dos alagamentos, a cidade de São Paulo apresentava, no momento, apenas oito quilômetros de vias congestionadas, índice considerado abaixo da média para o dia e horário.

Por volta das 9h50, o CGE retirou o estado de Alerta a Marginal Tietê, por causa do transbordamento do rio Tietê no posto da Dutra, às 00h10; na região da ponte do Piqueri, por volta das 00h40, na Barragem Móvel às 00h30 e na ponte do Limão, à meia-noite. O CGE também tirou o estado de Atenção na zona norte, que havia sido mantido desde as 21h40 de segunda-feira. Ainda de acordo com o Centro, até a manhã de hoje, já havia chovido 93% do esperado para o mês inteiro de janeiro, e ainda existe a possibilidade de novas pancadas de chuva.

Rodízio

A Secretaria Municipal de Transportes informou hoje pela manhã que, devido às fortes chuvas, o rodízio municipal de veículos estará suspenso durante todo o dia. As restrições à circulação de caminhões ficaram suspensas até o meio-dia na Marginal Tietê, Marginal Pinheiros e avenidas dos Bandeirantes, Afonso D'Escragnole Taunay e Roberto Marinho, para que esses veículos pesados pudessem continuar suas viagens após o escoamento das águas. A CET também recomendou que a população evite o uso de transporte individual e utilize preferencialmente o transporte coletivo sobre trilhos.

Campo de Marte

Após uma manhã inteira de problemas, os pousos e decolagens para pequenos aviões e helicópteros do Campo de Marte, na zona norte de São Paulo, foram normalizadas no início da tarde de hoje, segundo a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero). O aeroporto ficou fechado para pousos de decolagens para jatos desde 6 horas por causa da chuva que atingiu a capital paulista na noite de ontem e pela madrugada de hoje.

Parte do Campo de Marte ficou alagada. Apenas helicópteros podiam decolar e pousar. De acordo com a Infraero, apenas uma pista usada para taxiamento das aeronaves estava interditada nesta tarde. As aeronaves que pousavam não conseguiam chegar aos hangares das empresas e estacionavam no pátio da estatal.

AE
Motoristas enfrentam problemas com alagamentos na Marginal Tietê

Transportes

A Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) informou que, por volta das 9 horas, a circulação de trens entre as estações Caieiras e Franco da Rocha, na Linha 7- Rubi ( Luz-Francisco Morato) foi normalizada. Devido às fortes chuvas, as operações foram interrompidas no trecho entre as estações Caieiras e Franco da Rocha, na Linha 7-Rubi (Luz-Francisco Morato-Jundiaí).

A Companhia chegou a acionar o Plano de Auxílio entre as Empresas em Situação de Emergência (Paese), para realizar o transporte gratuito dos passageiros, porém, o alagamento que atinge toda a região dificultou também a circulação dos ônibus.

No metrô, os trens da Linha 3-Vermelha operaram com velocidade reduzida e maior tempo de parada nas estações entre 7h23 e 8h40 de hoje. Uma falha em um equipamento de via foi detectada entre as estações Corinthians-Itaquera e Patriarca. Nesse trecho, as composições circularam em via única. Em nota, o Metrô informou que a circulação não chegou a ser interrompida. Os usuários foram avisados sobre o problema por meio de avisos sonoros.

    Leia tudo sobre: alagamentoschuvatrânsitotransporte

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG