Sindicalistas ocupam Delegacia do Trabalho em SP

A manifestação pacífica começou por volta de 11h e pede aumento de auditores fiscais nos locais de trabalho

AE |

selo

Cerca de 150 funcionários, que representam mais de 50 sindicatos do Estado de São Paulo, ocupam o prédio da Delegacia Regional de Trabalho do Estado (DRT), no centro da capital. Os manifestantes reivindicam reformulações no Ministério do Trabalho e reclamam da falta da fiscalização.

Segundo Alexandre Almeida, presidente da Federação dos Trabalhadores em Auto-Escola, Centro de Formação de Condutores, Despachantes e Transporte Escolar do Estado de São Paulo (Fetraadete), a manifestação pacífica, que teve início por volta das 11 horas, luta por um aumento de auditores fiscais nos locais de trabalho.

Os manifestantes também exigem a saída do superintendente da Delegacia Regional de Trabalho, José Roberto Melo. Sindicalistas afirmam que só vão desocupar o prédio depois de conseguir marcar uma reunião com o ministro do Trabalho, Carlos Lupi.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG