Servidores municipais entram em greve em São Paulo

Segundo sindicato, aderiram à paralisação o Serviço Funerário, as secretarias do Verde e de Finanças e diversos setores da Saúde

iG São Paulo |

Diversos servidores municipais de São Paulo entraram em greve nesta terça-feira, segundo informações do Sindicato dos Trabalhadores na Administração Pública e Autarquias do Município de SP (Sindsep). Segundo o sindicato, estão de braços cruzados os funcionários do Serviço Funerário, da Secretaria do Verde; da Secretaria das Finanças e vários setores da Saúde. Ainda não há um balanço dos serviços municipais que foram afetadas pela paralisação.

Elisa Rodrigues/Futura Press
Servidores públicos de diversas categorias protestaram nesta terça-feira em frente á Prefeitura de São Paulo

Sem profissionais para fazer o transporte funerário, agentes da Guarda Civil Metropolitana (GCM) foram deslocados para realizar o trabalho de recolhimento de corpos ao Serviço de Verificação de Óbitos (SVO).

A principal reivindicação da categoria é o aumento salarial de 39%, referentes a janeiro de 2004 a dezembro de 2010. O Sindsep informou que o governo não apresentou nenhuma proposta para a categoria até o momento. Hoje, o salário inicial dos servidores está em torno de R$ 440.

Em junho, os funcionários do paralisaram as atividades por um dia. Motoristas e sepultadores aderiram à greve, atrasando enterros e velórios na cidade. Os trabalhadores suspenderam a greve após o governo se comprometer a negociar.

Nesta terça-feira, os trabalhadores se reuniram em frente da Prefeitura paulistana, no centro da capital. Segundo o secretário de assuntos jurídicos do Sindsep, João Batista Gomes, a greve deve continuar pelo menos até quinta-feira, quando está prevista um nova assembleia, às 10h, novamente em frente ao gabinete do prefeito, no centro da capital.

* Com AE

    Leia tudo sobre: greveservidores municipaisparalisação

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG