São Paulo tem apenas 1% da chuva esperada para agosto

Capital paulista não tem chuva significativa há 40 dias. Tempo seco predomina no Sudeste e Centro-Oeste do País

iG São Paulo |

Após a cidade de São Paulo entrar em alerta, novamente, por conta da baixa umidade do ar na quarta-feira, quando o índice chegou aos 19%, esta quinta-feira promete ser mais um dia de tempo bastante seco na capital. Segundo informações do Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), a última frente fria intensa aconteceu no dia 16 de julho, ou seja, a cidade já está há 40 dias sem registro de chuva intensa.

AE
Nuvem de poluição é vista a partir do bairro do Limão, na zona norte da capital, na manhã desta quinta-feira

Em agosto choveu apenas 0,6mm, o que equivale a pouco mais de 1% dos 39 mm esperados para o mês. Na quarta-feira, a qualidade do ar está ficou inadequada em sete das 20 estações de medição da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) na região metropolitana de São Paulo.

Nesta quinta-feira o dia começou com céu aberto, temperatura na casa dos 12ºC e umidade relativa do ar em torno de 60% na Grande São Paulo. O sol predomina e favorece a rápida elevação das temperaturas com máximas que podem passar dos 32ºC, conforme o CGE. A umidade realtiva do ar pode, novamente, atingir níveis abaixo dos 20%.

O Rio de Janeiro também registrou um dia típico de verão na quarta-feira, com termômetros na casa dos 36°C em bairros da zona oeste da cidade, como Jacarepaguá e Realengo, e sensação térmica de 42°C. Hoje, promete ser mais um dia de sol e tempo quente com máxima de 35ºC. Em Belo Horizonte (MG) as temperaturas oscilam entre 15ºC e 31ºC e aumidade do ar entre 60% e 20%.

Tempo seco também no Centro-Oeste do País com névoa seca em Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal. Em Brasília (DF) a umidade relativa do ar deve ficar entre 65% e 25% e a máxima pode chegar aos 29ºC. Em Campo Grande (MS) o ar fica ainda mais seco e a umidade pode chegar a apenas 15%, índice também considerado de alerta pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

Sintomas do tempo seco

Nos meses em que ocorrem poucas chuvas há um aumento nos níveis de dióxido de enxofre no ar, o que propicia o surgimento ou agravamento de doenças respiratórias, cardiovasculares e oculares.

Alguns dos sintomas são: dores de cabeça e irritação nos olhos, nariz, garganta ou na pele; garganta seca, voz rouca, inclusive com possibilidade de inflamação da faringe; rompimento de vasos do nariz, provocando sangramento. Neste período também aumentam a chances de se contrair conjuntivite viral, alérgica, síndrome do olho seco e infartos, principalmente em quem já tem problemas cardiovasculares.

A recomendação da Defesa Civil é que a população evite atividades ao ar livre e exposição ao sol entre as 10h e 17h e não pratique exercícios entre as 11h e 15h.

A Secretaria de Educação de São Paulo recomenda que as escolas evitem a exposição dos alunos em locais descobertos ou por períodos prolongados em dias muito quentes, desenvolvam atividades mais leves durante as aulas de Educação Física, ofereçam oportunidades de hidratação durante a jornada escolar e recomendem o uso do protetor solar.

Outras regiões

No Sul do País o dia fica parcialmente nublado com pancadas de chuva e trovoadas isoladas no oeste e e planalto sul de Santa Catarina. Pode chover forte em áreas isoladas do Rio Grande do Sul. A mínima fica em 15ºC e a máxima em 22ºC em Porto Alegre (RS). Em Florianópolis (SC) máxima chega aos 28ºC.

No Norte a previsão é de chuvas esparsas no centro/oeste e norte do Amazonas, nordeste do Pará, leste e norte do Amapá e Roraima.  Em Manaus (AM) máxima de 34ºC e mínima de 25ºC. No Nordeste do País chuve no centro leste do Rio Grande do Norte, da Paraíba, de Pernambuco, Alagoas, Sergipe e nordeste da Bahia. Em Salvador (BA) temperaturas ficam entre 19ºc e 27ºC. 

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG