São Paulo confirma o primeiro caso de dengue tipo 4

Paciente de São José do Rio Preto, interior do Estado, foi diagnosticada com a doença. Secretário nega risco de epidemia

Márcio Apolinário, iG São Paulo |

A Secretaria de Estado da Saúde de SP confirmou, nesta segunda-feira, a circulação do vírus do tipo 4 da dengue no Estado. O caso, registrado pela primeira vez na região, foi identificado em uma moradora do município de São José do Rio Preto, interior do Estado, que passou por exames no instituto Adolfo Lutz. A paciente, cujo nome não foi divulgado, já está curada.

Até hoje, o Estado de SP tinha registrado a transmissão do vírus tipo 1, 2 ou 3. O secretário da pasta, Giovanni Guido Cerri, afirmou que a principal preocupação é o fato da população não estar imunizada para este vírus, mas ele enfatizou que não há risco para este ano. “Não esperamos epidemia do tipo 4 em 2011. Acabamos de identificar esta variação em meados de março e ainda estamos analisando a região onde houve o caso”, disse.

A coordenadora de Controle de Doenças do Estado da Saúde, Clélia Aranda, confirmou que este não é o período do ano em que há proliferação da doença. “Estamos em uma curva descendente de infecções. Nesta fase do ano, entre março e maio, nunca identificamos o crescimento. São diversos os fatores que colaboram para o aumento de infecções. Entre eles, o clima e a exposição das pessoas em áreas rurais".

A coordenadora também informou que os sintomas deste novo tipo são iguais aos outros já diagnosticados no Estado: febre alta, dores de cabeça, cansaço, dor muscular e nas articulações, enjôos, vômitos e manchas vermelhas na pele.

O governo esclareceu que, para uma pessoa pegar dengue tipo 4, ela não precisa ter contraído as demais variações da doença antes. E isso também não significa que ela também estará imune aos outros tipos do vírus. A Secretaria ressalta ainda que casos de reinfecção são os mais perigosos porque geralmente acontecem da forma hemorrágica.

Ainda nesta segunda-feira a Secretaria, por intermédio do Centro de Vigilância Epidemiológica, comunicou que o serviços de vigilância ao vírus estão atentos a possíveis novos casos de dengue tipo 4. A circulação, entretanto, não altera a rotina de trabalho no controle de vetores ou do manejo clínico de casos suspeitos de dengue.

    Leia tudo sobre: denguesaúdetipo 4

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG