São Paulo ainda registra muitos semáforos com problemas

Cidade sofre com os reflexos da chuva da última segunda-feira

AE |

selo

Mesmo após uma trégua de mais de 36 horas nas chuvas fortes, a capital paulista, às 4 horas da madrugada de hoje, ainda apresentava muitos cruzamentos com problemas nos semáforos: eram no mínimo 12 aparelhos apagados e 14 no amarelo piscante, segundo os números do que alcança o monitoramento feito pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET).

O caso mais antigo é das 17h45 de domingo, no cruzamento entre as ruas Major Sertório e Doutor Vila Nova, na Vila Buarque, região central da cidade, onde o semáforo está apagado. Outro ponto de desligamento de semáforo, das 7h55 de segunda-feira, ou seja, quase 48 horas depois, é o cruzamento entre a avenida José Pinheiro Borges (prolongamento da Radial Leste) e a rua Major Vitorino de Souza Rocha, na região de Itaquera, zona leste.

Em razão da forte chuva do final da tarde de domingo, a capital paulista, na manhã de segunda-feira, registrava 104 semáforos ou apagados. O número caiu para 90 no final da mesma manhã, mas, após a forte chuva do meio da tarde, às 5 horas de terça-feira, ainda havia 75 aparelhos com problemas.

Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego, que pretende trocar, até janeiro de 2012, um de cada seis semáforos da capital por aparelhos mais modernos, as causas principais dos atuais problemas são: falta de energia, infiltração de água nas caixa semafóricas, variação brusca de voltagem na rede de eletricidade e descargas elétricas. Os novos aparelhos, apesar de serem mais modernos, não serão à prova da falta de energia.

* Acompanhe o trânsito em São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte

    Leia tudo sobre: trânsitochuvasão paulosemáforos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG