Roubos de veículos crescem 17,5% na cidade de São Paulo

Em fevereiro deste ano foram roubados 3.541 veículos e no mesmo mês de 2011, 3.013; dados são da Secretaria da Segurança Pública

iG São Paulo |

Os roubos de veículos na cidade de São Paulo aumentaram 17,5% em fevereiro, em comparação ao mesmo mês do ano passado. Foram 3.541 veículos roubados em fevereiro de 2012 contra 3.013 em 2011, ou seja, 528 casos a mais.

Os dados foram divulgados nesta segunda-feira pela Secretaria da Segurança Pública (SSP). Comparando os dois primeiros meses deste ano com o mesmo período de 2011, foram registrados 1.655 casos a mais no Estado de São Paulo.

A Polícia Militar afirma que suas ações aumentaram, mas o crime contra o patrimônio ainda é preocupante e que o roubo de carros é mais difícil de identificar. "O carro é facilmente comercializado e existe uma forte receptação para esse crime. Muitos [carros] são levados do País, outros para desmanche", explica o coronel Álvaro Camilo.

Em janeiro: Roubo de carro é o crime que mais cresce em São Paulo

2011: Homicídios caem 3% e latrocínios saltam 20% em São Paulo em 2011

Camilo lembrou que o aumento da frota de veículos também é relevante para o aumento do crime. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, nos últimos dez anos, o número de veículos no Estado cresceu 83%, passando de 12 milhões para 22 milhões. Nesse período, o número de veículos roubados ou furtados caiu 20%, de 16.738 casos, em janeiro e fevereiro de 2001, para 13.469, este ano.

O coronel da PM ressaltou que o aumento do roubo e não do furto (sem violência) dos veículos pode ser justificado pelo fato de carros novos saírem de fábrica com códigos de segurança, que só podem ser desativados pelos donos.

Latrocínios

O número de latrocínio (roubo seguido de morte) no Estado subiu de 45 para 49 casos em janeiro e fevereiro deste ano, em comparação ao mesmo bimestre de 2011, uma alta de 8,8%.

Um estudo revelado pela Polícia Civil no início deste mês mostrou que maioria dos crimes de latrocínio no Estado ocorre durante a noite e tem como vítimas os homens (79% das vítimas). Além disso, foi divulgado que a maior parte das mortes ocorre depois de roubo em residências (22%) e em segundo lugar estão mortes seguidas do roubo de veículos (14%).

Homicídios

Ao contrário do roubo de veículos e dos latrocínios, o número de homicídios dolosos (com intenção de matar) no Estado diminui 2,17%, comparando janeiro e fevereiro deste ano com os mesmos meses de 2011. Foram 15 casos a menos, de 691 para 676.

    Leia tudo sobre: roubo de veículoslatrocíniohomicídiosão paulo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG