Restrição a motos na Marginal reduz acidentes em 66%

Medida entrou em vigor em 2 de agosto em caráter educativo e em 16 de agosto com aplicação de multas

AE |

selo

A restrição ao tráfego de motocicletas na pista expressa da Marginal do Tietê, em São Paulo, reduziu em 66% o número de acidentes, em relação a período semelhante do ano passado, de acordo com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET).

No período de 16 de agosto a 15 de setembro deste ano, a soma de acidentes envolvendo motocicletas nas pistas local, central e expressa foi de 48, segundo a CET. De 17 de agosto a 16 de setembro do ano passado, o total de acidentes foi de 142. Nenhum dos períodos teve registro de acidentes com mortes.

A autuação dos motociclistas que não respeitam a restrição começou a ser feita pela CET e pelo Comando de Policiamento de Trânsito (CPTran) no dia 16 de agosto. Antes, a partir do último dia 2 de agosto, a medida vigorou em caráter educativo.

Nesse mês de validade, foram autuados 717 motociclistas burlando a proibição nos dias úteis. Transitar em local e horário não permitidos pela regulamentação é uma infração média, com perda de quatro pontos na carteira e multa de R$ 85,12.

Segundo a CET, a Marginal do Tietê é considerada a principal via da cidade, com 23,5 quilômetros de extensão em cada sentido e a que concentra o maior volume de veículos, com 1,2 milhão de viagens por dia. Também é o corredor que registra o maior número de acidentes e de mortes no trânsito. Por ela circulam diariamente 350 mil veículos, sendo 70 mil caminhões e 36 mil motos.

    Leia tudo sobre: motosmarginal tietê

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG