Repórter escapa de gangue na Marginal do Pinheiros

Joana voltava para casa em um Toyota Corolla quando teve pneu danificado por pedras jogadas pelos bandidos

AE |

selo

A jornalista Joana de Assis, 29 anos, repórter da emissora SporTV, escapou de ser assaltada, no início desta madrugada, por criminosos da gangue que vem atacando motoristas na Marginal do Pinheiros, na região do Jaguaré, zona oeste da capital. A vítima continuou dirigindo após seu veículo passar por cima das pedras deixadas sobre a faixa de rolamento. 

Joana voltava para casa em um Toyota Corolla pela Marginal do Pinheiros sentido Castello e, na mesma região, o pneu dianteiro da direita do veículo foi danificado por uma das pedras jogadas pelos criminosos. Com dificuldade, a possível vítima ainda conseguiu levar o carro por mais 500 metros, até o acesso ao pontilhão do Cebolão, que liga a Marginal à rodovia Castello Branco. 

Joana acredita que só não foi assaltada segundos após parar o veículo porque pelo local passava uma viatura da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). O agente da CET aguardou a chegada de um guincho da seguradora da vítima. O motorista do guincho disse à repórter que com frequência atende a motoristas atacados nessa região da Marginal do Pinheiros. 

A repórter, que não quis registrar boletim de ocorrência, voltava para casa após cobrir o jogo entre Corinthians e Internacional, válido pelo Campeonato Brasileiro, no Pacaembu.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG