Redução de velocidade reduz 27% número de acidentes em SP

Velocidade nas avenidas 23 de Maio e Rubem Berta passou de 80 km/h para 70 km/h no dia 6 de fevereiro do ano passado

AE |

selo

A quantidade de acidentes de trânsito caiu 27% em um ano no corredor formado pelas avenidas 23 de Maio e Rubem Berta. Essas vias foram as primeiras a ter reduzido o limite de velocidade - que passou de 80 km/h para 70 km/h no dia 6 de fevereiro do ano passado. A medida depois foi expandida para outras ruas e avenidas de São Paulo. 

Dados da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) mostram que houve 1.215 acidentes e atropelamentos nos 12 primeiros meses de vigência da nova regra - entre fevereiro de 2010 e janeiro deste ano. Nos mesmos meses do período anterior, foram 1.687. 

A redução do limite de velocidade foi adotada pela Prefeitura em outras vias da cidade, na tentativa de reduzir a quantidade de acidentes e fazer com que vias com a mesmas características tivessem limites parecidos - para que os motoristas saibam a velocidade em que devem trafegar em determinada via mais facilmente. Diversas outras vias da cidade tiveram a redução, mas na maioria passou de 70 para 60 km/h. Receberam essa medida vias como Avenida Jabaquara, Domingos de Moraes e Indianópolis, além das Ruas Vergueiro e Sena Madureira. 

Pacaembu

Na próxima segunda-feira, dia 23, entra em vigor o limite de 60 km/h no eixo entre a zona norte e o centro formado pela avenidas Brás Leme, a Ponte da Casa Verde, as avenidas Doutor Abraão Ribeiro, Pacaembu e Rudge, o Viaduto Engenheiro Orlando Murgel e a avenida Rio Branco. A CET alerta que os radares instalados nessas avenidas já vão multar os motoristas infratores. Novas faixas e placas de sinalização foram instaladas nas avenidas. A próxima via que deve receber essa medida é a Avenida Paulista. As informações são do jornal "O Estado de S. Paulo" .

    Leia tudo sobre: velocidadeacidentesão paulo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG