Rebelião na Fundação Casa de Campinas deixa 5 feridos

Cinco internos foram feitos reféns pelos próprios jovens e sofreram agressões

AE |

selo

EDU FORTES/AAN/AE
Adolescentes subiram em torre da unidade durante a rebelião
Terminou às 3h30 desta sexta-feira a rebelião de adolescentes que destruiu parte das instalações da Unidade Jequitibá da Fundação Casa de Campinas. Cinco internos foram feitos reféns pelos próprios jovens e sofreram agressões que causaram ferimentos leves e moderados, segundo a assessoria do órgão. 

O motim começou por volta das 18h30 de ontem, após o suposto fracasso de uma tentativa de fuga. Os adolescentes rebelados destruíram o setor administrativo da unidade, o almoxarifado e uma oficina de panificação, além de atear fogo em roupas e papeis, segundo a assessoria da Fundação Casa.

Os dormitórios não sofreram danos. A Polícia Militar chegou a cercar o quarteirão para evitar fugas. 

A Corregedoria da Fundação Casa está no local e instaurou sindicância para apurar as causas do motim. A Unidade Jequitibá tem capacidade para 72 adolescentes e atualmente abriga 65.

Os feridos foram examinados na enfermagem da unidade e encaminhados nesta sexta-feira a um pronto-socorro da região.

De acordo com a assessoria de imprensa da Fundação Casa, os cinco internos feitos reféns e agredidos durante a rebelião passam bem. Eles foram liberados e já retornaram para a unidade do interior paulista. Ainda segundo a assessoria nenhum deles teve ferimentos graves.

    Leia tudo sobre: CampinasFundação Casaex-febemrebelião

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG