Promotoria questiona tratamento de esgoto na região de Campinas

MP requisitou informações à CETESB sobre esgoto despejado na bacia dos rios que cortam municípios do interior

AE |

selo

O Ministério Público de São Paulo requisitou uma série de informações técnicas à Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental do Estado de São Paulo (CETESB) sobre o tratamento de esgoto que é despejado na bacia dos rios que cortam a região de Campinas.

Em Americana, o promotor de Justiça Ivan Carneiro Castanheiro pede ao órgão informações relativas à coleta, afastamento e tratamento de esgoto. O MP também requer informações sobre o grau de eficiência na Estação de Tratamento de Esgoto Carioba.

Em Atibaia, a prefeitura não explicou e nem comprovou as razões do atraso em algumas etapas das obras relativas à coleta e tratamento de esgoto, compromissadas com o MP por meio de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) assinado em 2008. Com base nas respostas às informações solicitadas, o MP vai definir quais providências poderão ser adotadas.

Por meio de inquéritos civis, ações civis públicas e TACs, o Ministério afirmou que também acompanha a situação nas cidades de Campinas, Paulínia, Hortolândia, Valinhos, Sumaré e Nova Odessa.

    Leia tudo sobre: esgotoregião de campinas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG