Promotor de Bauru diz que advogado abusou de uma 5ª vítima

Além dos filhos, da cunhada e da sobrinha, Sandro Fernandes teria abusado sexualmente de uma empregada. Liberdade foi negada

Kelli Franco, especial para o iG |

O promotor Hercules Sormani Neto, de Bauru, cidade a 326 km de São Paulo, afirmou que há uma quinta vítima do advogado Sandro Fernandes, de 45 anos.

Entenda o caso: Referência na cidade, advogado é acusado de abuso sexual

Quatro das supostas vítimas são da própria família do advogado: a filha (uma estudante de Direito de 19 anos), o filho de 9 anos, uma sobrinha e a cunhada. A quinta vítima seria uma empregada da família.

Até agora, detalhes do processo não foram divulgados porque o processo segue em segredo de Justiça. Fernanda Fernandes, de 40 anos, mulher de Sandro, teria conhecimento dos crimes e teria sido omissa.

Denúncia

Após receber o pedido de indiciamento da DDM (Delegacia de Defesa da Mulher), o promotor decidiu apresentar denúncia à Justiça contra o casal. "Os laudos psicológicos indicam que as vítimas não mentem e os laudos periciais ainda não foram anexados", informou o promotor, que também afirma que, em casos de abusos sexuais, as provas mais importantes são os relatos das próprias vítimas. Na noite desta quinta, a Justiça acolheu o pedido

Prisão preventiva

O juiz Jaime Ferreira Menino, da segunda Vara Criminal de Bauru, decidiu manter o casal preso . Ele indeferiu o pedido de libertação feito pela defesa de Sandro e Fernada.

Fernanda está na Cadeia Feminina de Avaí, separada das outras presas e sem banho de sol para evitar tumulto. Sandro segue preso na Cadeia Pública de Barra Bonita, a única da região de Bauru que recebe presos acusados de crimes sexuais.

Wilian Olivato / Futura Press
A mulher de Sandro, Fernanda Fernandes

    Leia tudo sobre: violência contra a mulherabuso sexualbauru

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG