Shoppings e os supermercados da capital terão de instalar banheiros exclusivos para crianças menores de 10 anos

selo

Um projeto de lei em tramitação na Câmara Municipal de São Paulo pode acabar com um desconforto de pais e filhos em centros comerciais. Os shoppings e os supermercados da capital terão de instalar banheiros exclusivos para crianças menores de 10 anos, chamados "banheiros família", caso o texto seja aprovado em plenário e sancionado pelo prefeito Gilberto Kassab (DEM). O texto já passou pela Comissão de Constituição e Justiça. 

A ideia é que, se um pai estiver sozinho com a filha, por exemplo, e precisar levar a menina no banheiro, usará esses novos locais - em vez de fazer a criança entrar no banheiro masculino. O projeto exige que os banheiros só possam ser usados por meninos e meninas de até 10 anos acompanhados dos pais. 

O acesso ao "banheiro família" terá de ser gratuito. Os shoppings e supermercados seriam multados em R$ 5 mil, caso a lei não fosse cumprida. Na reincidência, poderiam perder o alvará de funcionamento. Novas construções só seriam aprovadas caso cumprissem a regra. A Associação Brasileira de Shoppings (Abrasce) foi procurada para comentar a proposta, mas não respondeu. Já a assessoria de Imprensa da Associação Paulista de Supermercados (Apas) disse que a entidade não comenta projetos de lei que ainda não foram aprovados. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.