Projeto prevê 'banheiro família' em shoppings de São Paulo

Shoppings e os supermercados da capital terão de instalar banheiros exclusivos para crianças menores de 10 anos

AE |

selo

Um projeto de lei em tramitação na Câmara Municipal de São Paulo pode acabar com um desconforto de pais e filhos em centros comerciais. Os shoppings e os supermercados da capital terão de instalar banheiros exclusivos para crianças menores de 10 anos, chamados "banheiros família", caso o texto seja aprovado em plenário e sancionado pelo prefeito Gilberto Kassab (DEM). O texto já passou pela Comissão de Constituição e Justiça. 

A ideia é que, se um pai estiver sozinho com a filha, por exemplo, e precisar levar a menina no banheiro, usará esses novos locais - em vez de fazer a criança entrar no banheiro masculino. O projeto exige que os banheiros só possam ser usados por meninos e meninas de até 10 anos acompanhados dos pais. 

O acesso ao "banheiro família" terá de ser gratuito. Os shoppings e supermercados seriam multados em R$ 5 mil, caso a lei não fosse cumprida. Na reincidência, poderiam perder o alvará de funcionamento. Novas construções só seriam aprovadas caso cumprissem a regra. A Associação Brasileira de Shoppings (Abrasce) foi procurada para comentar a proposta, mas não respondeu. Já a assessoria de Imprensa da Associação Paulista de Supermercados (Apas) disse que a entidade não comenta projetos de lei que ainda não foram aprovados. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: banheiroshoppings

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG