Professor da USP morre após ser atropelado na avenida Paulista

César Ades, de 69 anos, foi atingido por um carro na esquina com a rua Peixoto Gomide. Ele foi socorrido e estava internado desde a última quinta-feira (8)

iG São Paulo |

IEA
Cesar Ades era considerado um dos maiores especialistas no Brasil em comportamento animal
O professor titular do Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo (USP), César Ades, de 69 anos, morreu na noite de quarta-feira (14). Ele estava internado no Hospital das Clínicas desde a última quinta (8) após ser atropelado na avenida Paulista, no centro de São Paulo.

Cientista: Morre aos 69 anos pesquisador brasileiro César Ades

Segundo o hospital, no dia 8, o professor foi socorrido em estado grave e traumatismo craniano. Logo após a internação, Ades passou por neurocirurgia e seguia em observação - ainda inconsciente e respirava com a ajuda de aparelhos. Sua morte foi confirmada na noite de ontem por volta das 21h.

A Polícia Militar informou que o acadêmico foi atropelado na esquina da rua Peixoto Gomide com avenida Paulista. Um boletim de ocorrência não teria sido registrado pois o próprio motorista socorreu a vítima. Há informações que o professor realizava caminhadas na região e atravessava a rua quando foi atingido - no local há faixa de pedestres.

A universidade confirmou a morte do acadêmico e informou que o velório seria realizado das 9h às 13h, na Biblioteca Dante Moreira Leite, no próprio instituto. A cerimônia do enterro será realizada nesta tarde, às 15h, no Cemitério Israelita do Embu. Aulas e atividades foram suspensas no instituto hoje.

Histórico

Nascido no Egito, Ades construiu sua carreira de professor e pesquisador na USP , onde ingressou como estudante de graduação em 1960. Dentre outros cargos acadêmicos e administrativos, foi diretor do Instituto de Psicologia e, até o final de fevereiro deste ano, dirigiu o Instituto de Estudos Avançados (IEA) da universidade. Suas principais linhas de pesquisa, das quais se tornou referência nacional e internacional, estavam ligadas à área de etologia e comportamento animal.

Leia também:

Bióloga do Sírio-Libânes: Ciclista morre atropelada por ônibus na avenida Paulista

    Leia tudo sobre: morteprofessor da uspatropelamentopaulista

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG