Prefeitura de SP põe na internet mapa das áreas de risco

Internauta pode ver o seu imóvel e conferir se há algum risco na região em que mora

AE |

selo

A Prefeitura de São Paulo colocou na internet os dados e as imagens de satélite do mapeamento das áreas de risco da capital paulista , realizado em 2010 pela Prefeitura, em parceria com o Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT). Em alguns casos, com o auxílio do Google Street View, o internauta poderá até ver o seu imóvel e conferir se há algum risco na região em que mora. O problema é que o site já apresenta defeitos.

De acordo com o estudo feito pelo IPT, São Paulo tem 407 áreas de risco em 26 das 31 subprefeituras. Justamente a subprefeitura com o maior número de áreas de risco da capital, a do M’Boi Mirim, apresentava ontem à noite erro técnico na busca específica - o que impedia a identificação do local e o detalhamento do perigo. No entanto, era possível localizar a única área de risco em Santana/Tucuruvi - na Avenida Antônio Maria de Laet, com risco de solapamento.

Procurada ontem, a Assessoria de Imprensa das Subprefeituras informou que o mapeamento foi colocado no ar "no dia 21" - sem alarde público. No entanto, o serviço estaria pesado e com algumas falhas. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: áreas de riscosão paulo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG