Policial é morta por assaltantes no Centro de São Paulo

À paisana, porém armada, ela estava indo para o trabalho quando foi cercada pelos criminosos

AE |

selo

A policial militar Cláudia Regina Idalino Pinto, de 25 anos, soldado do 37º Batalhão, que atende a região do Capão Redondo, zona sul de São Paulo, foi morta com um tiro no peito na madrugada deste sábado, ao ser abordada por dois assaltantes quando caminhava pela Rua Xavier de Toledo, no Centro de São Paulo. À paisana, porém armada, indo para o trabalho, a policial foi cercada pelos criminosos.

Ainda não está claro se ela tentou sacar a arma, mas, segundo testemunhas, Cláudia entrou em luta corporal com a dupla, que conseguiu tomar sua arma e atirar contra o peito da vítima, que estava havia dois anos na corporação. Mesmo encaminhada ao pronto-socorro da Santa Casa, a policial não resistiu e morreu.

Em posse da arma e do celular da policial, os criminosos fugiram a pé, mas um deles acabou preso por guardas municipais no Viaduto do Chá, próximo ao Teatro Municipal. O bandido, cujo nome a polícia não havia divulgado até as 6h15, foi encaminhado ao 3º Distrito Policial, da Santa Ifigênia, onde deverá ser autuado por latrocínio (roubo seguido de morte).

    Leia tudo sobre: assaltopolicialmorte

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG