Policiais são orientados a observar e usuários retornam à Cracolândia

Após críticas, policiais confirmaram que receberam orientação informal para não dispersar usuários

Ricardo Galhardo, iG São Paulo |

AE
Usuários de drogas voltam a se concentrar nessa quinta-feira (12)
Depois de criticas, principalmente do Ministério Público , policiais que atuam em operação na Cracolândia receberam orientação para não dispersar as aglomerações de usuários de crack.

Consumo: Ação da polícia cria 'subcracolândias' no centro de São Paulo

Seis policiais ouvidos pela reportagem confirmaram ter recebido orientação informal para só observar a movimentação e impedir que eles voltem para os imóveis desocupados. Somente poderão agir, segundo os policiais ouvidos, em casos de distúrbios ou violência. A Secretaria da Segurança não respondeu se a orientação está formalizada.

Após ações com bombas e armas, a orientação soma-se a outras na tentativa de ajustar a operação, como a proibição do uso de bala de borracha e gás lacrimogêneo. Policiais estão autorizados a utilizar no máximo spray de pimenta. Eles devem evitar truculência e apenas encaminhar os usuários que manifestarem intenção de passar por tratamento em clínicas de recuperação.

Antes e depois: Veja imagens da ocupação da Cracolândia
Sem previsão: Operação na Cracolândia não tem data para terminar, diz secretário
Abuso: Defensoria coletou 32 denúncias de abuso em ação na Cracolândia
Elite: Tropa de choque paulista entra em operação da Cracolândia

Por volta das 20h, apesar da chuva, cerca de 200 pessoas se concentravam no coração da Cracolândia, na esquina das ruas Helvétia e Barão de Piracicaba. Eles consumiam, compravam e vendiam crack livremente. Na outra esquina, policiais de braços cruzados apenas assistiam à reestruturação da Cracolândia.

O promotor Maurício Lopes, da promotoria de Habitação e Urbanismo, afirmou que o Ministério Público ainda não pediu para a polícia parar a operação. Nesta sexta-feira, o Ministério Público fará uma reunião com representantes da Polícia Militar, das secretarias municipais de Habitação e Saúde, a Secretaria Estadual de Saúde e a secretária municipal de Assistêncial Social, Alda Marco Antonio, para tratar da ação realizada na Cracolândia há nove dias. A reunião pode definir os rumos da operação Ação Centro Legal.

Frâncio de Holanda
Usuários voltam a se aglomerar na Cracolândia

Alexandre Carvalho/ Fotoarena
A mesma região, na semana passada, durante a ocupação policial

    Leia tudo sobre: cracolândiausuários

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG