Policiais prendem acusado de latrocínio no Guarujá, em São Paulo

Maurício Pedro da Silva tem 19 anos e participou de um latrocínio (roubo seguido de morte) em março

AE |

selo

A Polícia Civil de dois Estados prendeu no Guarujá, litoral de São Paulo, um homem que fugiu para a cidade após ter participado de um latrocínio no final de março em Mamanguape (PB). O ajudante de pedreiro Maurílio Pedro da Silva, de 19 anos, foi detido por volta das 7 horas da manhã de quinta-feira (5), quando chegava para trabalhar no Jardim Acapulco, condomínio fechado de alto padrão na praia de Pernambuco.

De acordo com o delegado titular do Guarujá, Claudio Rossi, Silva pertence a uma quadrilha de assaltantes do Nordeste que atuava em pequenos municípios. "Ele confessou ter participado de um latrocínio em 28 de março. Eles foram assaltar o dono de um supermercado, mas um sargento da PM percebeu a ação, reagiu e acabou morrendo ao ser atingido na cabeça por um disparo efetuado por esse indivíduo que prendemos", explicou o delegado.

O assalto de R$ 49 mil foi organizado por Francisco, vulgo Castanho, líder de uma quadrilha,  mas contou com a participação de outros quatro homens divididos em duas motos. Silva era o garupa e estava armado com um revólver calibre 38; foi ele quem revidou a ação do sargento com dois disparos e acabou acertando a cabeça do policial morto.

Ao investigar o caso, a Polícia da Paraíba descobriu que Silva havia chegado ao Guarujá no dia 1º de abril e estaria escondido na casa de um primo, em lugar não identificado, e então contatou a Polícia do Guarujá, que descobriu que Silva estava morando na favela Maré Mansa e trabalhando no Jardim Acapulco como ajudante de pedreiro.

Com um mandado de prisão temporária de 30 dias expedido pela juíza Daniela Rolim Bezerra, da 3ª Vara da Comarca de Mamanguape, policiais da Paraíba viajaram até o Guarujá e junto com a equipe de investigação da delegacia sede da cidade participaram da ação que prendeu o fugitivo, que não reagiu ao ser preso e já seguiu viagem para a Paraíba.

    Leia tudo sobre: guarujálatrocíniopresoquadrilha

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG