Policiais da Rota suspeitos de execução são afastados

Segundo a PM, os policiais permanecerão afastados das atividades operacionais 'até que os fatos sejam completamente esclarecidos'

AE |

selo

O comando da Polícia Militar do Estado de São Paulo decidiu afastar a equipe das Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (Rota) envolvida na morte de um rapaz de 19 anos , suspeito de participar de um arrastão, na quinta-feira, em um restaurante na zona sul de São Paulo.

Segundo a PM, os policiais permanecerão afastados das atividades operacionais "até que os fatos sejam completamente esclarecidos". A ação no restaurante durou cinco minutos. Policiais da Rota chegaram pouco depois da saída do grupo e, pelo celular de uma das vítimas, localizaram um suspeito. No relato à Polícia Civil, eles disseram ter avistado o rapaz em um veículo de passeio.

O jovem teria pulado do carro e atirado. Os PMs dispararam e acertaram o rapaz três vezes. Ele foi socorrido, mas não resistiu. Moradores relataram à reportagem que o jovem de fato correu, porém não tinha nenhuma arma.

    Leia tudo sobre: mortesuspeitorotaassaltoafastamento

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG