Polícia reconstitui mortes de adolescentes em Santana de Parnaíba

Duas meninas de 13 anos foram encontradas afogadas e o namorado de 15 anos de uma delas é suspeito

AE |

selo

A Polícia Civil fez neste sábado a reconstituição das mortes das primas R.T.C. e E.S.G.C., ambas de 13 anos, mortas em Santana de Parnaíba, na Grande São Paulo. As duas foram afogada s possivelmente no último dia 4 em um riacho a cerca de 500 metros da casa onde elas moravam. Os corpos foram encontrados na manhã do sábado passado (14) num matagal no bairro Cidade São Pedro.

Dois adolescentes, de 15 anos, foram apreendidos suspeitos de envolvimento com o caso. De acordo com o depoimento dos menores, uma das vítimas, que namorava um deles, informou ao garoto que estava grávida. O adolescente então comprou um teste de farmácia e convidou a namorada para irem juntos até o matagal para realizar o teste de gravidez. Como não queria ir sozinha com o namorado, ela chamou a prima.

O colega do namorado e a outra garota teriam ficado sozinhos por um tempo enquanto o outro menor e a namorada faziam o teste. Quando chegaram no local onde o casal disse que estaria, os dois encontraram a garota morta. O adolescente apontado como o assassino das meninas nega ter cometido os crimes. Segundo eles, uma terceira pessoa, maior de idade, teria afogado as adolescentes.

    Leia tudo sobre: santana de parnaíbaadolescentesafogadas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG