Polícia prende suspeito e recupera livros raros roubados do Instituto de Botânica

Preso foi encontrado no Bom Retiro e obras estavam em sete sacos de lixo no bairro Paraíso, zona sul; crime ocorreu em fevereiro deste ano

iG São Paulo |

Reprodução
Capa do 1º volume da coleção de J. Veloso. Obras são raras e de valor incalculável
Policiais do Departamento de Investigações Criminais (Deic) recuperaram na noite de ontem os 22 volumes roubados no dia 2 de fevereiro deste ano da biblioteca do Instituto de Botânica do Estado de São Paulo, na Água Funda, zona sul da capital paulista. Na ocasião, dois homens armados com revólveres renderam dois seguranças, três funcionários e dois estagiários antes de levar os livros. 

Um suspeito também foi preso na noite desta segunda-feira.  Os funcionários da biblioteca fizeram o reconhecimento do homem detido. Pelo menos outros dois participaram do ataque.

Leia também:

- Câmeras flagram roubo de livros raros do Instituto de Botânica em SP

- Obras raras são roubadas do Instituto de Botânica de São Paulo

Os policiais encontraram o supeito no bairro do Bom Retiro.. O esquema foi descoberto e as obras foram encontradas em sete sacos de lixo na rua Ramon Penharrubia, no Paraíso, também na zona sul. Os suspeitos tinham a intenção de transferir as obras para outro local, segundo a polícia.

Segundo a delegada Catarina Buquê, titular da 1ª Patrimônio, os investigadores recuperaram todas as obras que constavam da relação apresentada pelos responsáveis do Instituto de Botânica. Em março, o veículo utilizado no crime, modelo Ford Focus clonado, foi encontrado incendiado na região de Pirituba, zona oeste.

    Leia tudo sobre: são paulorouboinstituto de botânicalivros raros

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG