Polícia prende suspeito de ser maior receptador de joias em São Paulo

O comerciante de 51 anos foi preso no centro da cidade e, com ele, foram encontrados diversos relógios e peças de joalheria

iG São Paulo |

A Polícia Civil prendeu nessa terça-feira (30), um comerciante, de 51 anos, considerado o principal receptador de joias da cidade de São Paulo. Com ele, foram apreendidos relógios da marca Tissot e peças de joalheria, como colares e pulseiras de ouro e brincos cravejados de pedrarias, como esmeraldas e safiras.

A polícia também encontrou um iPhone e um relógio TAG Heuer roubados, além de dinheiro, possivelmente utilizado nas negociações de compra dos produtos roubados, de acordo com a Secretaria de Segurança Pública. “Ele é especializado em comprar esse tipo de material tanto de roubos a estabelecimentos comerciais quanto de bandidos que atacam em cruzamentos”, disse o delegado Júlio César Teixeira, titular da DRRJoias.

Policiais da 2ª Patrimônio (Delegacia de Repressão ao Roubo de Joias) do Deic (Departamento de Investigações sobre Crime Organizado) investigavam o comerciante há três meses e o prenderam em uma sala na rua Benjamin Constant. Ele não tinha qualquer documentação sobre a origem dos produtos apreendidos e foi autuado em flagrante por receptação.

    Leia tudo sobre: deicroubo a joalheriareceptador de joiassão paulo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG