Polícia prende suspeito de ser líder do PCC em São Paulo

Ao ser capturado, A.R.M. apresentou documento falso negando ser um dos líderes da facção criminosa que atua na capital

iG São Paulo |

Durante operação da Polícia Militar de São Paulo foi preso em flagrante A.R.M., de 30 anos, no domingo (14), acusado de ser um dos líderes do Primeiro Comando da Capital (PCC), facção criminosa que atua dentro e fora dos presídios paulistas. Ele foi preso, por volta das 18h, em uma bar na Rua Coutinho e Melo, em Guaianazes, zona leste da capital.

O suspeito era procurado pela Justiça por crimes contra a vida, vários mandados de prisão preventiva e por ser integrante do PCC. Quando abordado pelos policiais, A.R.M. apresentou um documento de identidade falsa. Ao notar que os agentes o reconheceram, confessou ser integrante da facção.

De acordo com a polícia, o preso é uma das torres da oganização criminosa com controle absoluto do tráfico de drogas, coleta de dinheiro e roubos na zona leste da cidade. Com ele foram apreendidos dois celulares, dinheiro, e o documento falso.

Foi solicitado apoio do Grupo de Operações Especiais (GOE) da Polícia Civil para auxílio na escolta do preso, que permanece detido no 53º Distrito Policial, no Parque do Carmo, aguardando transferência a um Centro de Detenção Provisória (CDP).

    Leia tudo sobre: pccprisãosão paulo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG