Polícia prende suspeito de matar bombeiro na zona sul de São Paulo

Renato Leite Barboza foi baleado e morto no momento em que chegava em sua casa, no bairro do Jabaquara

AE |

selo

O suspeito de atirar e matar o bombeiro Renato Leite Barboza, de 37 anos, no dia 16 de agosto de 2011, no Jabaquara, na zona sul de São Paulo, foi preso por policiais do 35º DP na Favela Vietnã nesta quinta-feira, 16. O latrocínio contra o bombeiro foi gravado por câmeras de segurança instaladas nas imediações do local do crime.

Leia também:  Chacina deixa três mortos na zona leste de São Paulo

O crime ocorreu às 20h, na rua das Grumixamas. Testemunhas contaram que o policial militar Renato foi abordado por três homens em um Linea roubado, no momento em que chegava em sua casa, em um Fox. O trio anunciou o assalto e houve troca de tiros. Dois dos suspeitos fugiram, mas bateram o carro em um poste.

Ronaldo de Souza Alves morreu no hospital e F.H.S.M. foi preso quando recebia atendimento médico e conduzido ao 27º DP. O terceiro homem, suspeito de atirar no policial militar e matá-lo na frente dos dois filhos gêmeos, fugiu.

D.H.B. é procurado pela Justiça por fugir do Presídio Semiaberto de Marília, no interior de São Paulo, de onde saiu beneficiado pelo indulto do Dia dos Pais. O suspeito confessou ter matado o bombeiro e a autoria de outros crimes, que já estão sendo investigados pelo Setor de Inteligência do 35º DP. Além disso, a ficha criminal de D.H.B. aponta duas condenações por roubo qualificado, já tendo cumprido 7 anos de prisão.

    Leia tudo sobre: bombeirochacinazona sul

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG