Polícia prende suposto chefe do tráfico em favela de SP

Com suspeito, policiais apreendem cocaína, maconha, crack e armamentos pesados

AE |

selo

AE
Entre os entorpecentes apreendidos pela polícia, estão 28 quilos de cocaína e 400 pedras de crack
O suposto chefe do tráfico de drogas na favela São Remo, localizada atrás da Cidade Universitária, no Butantã, zona oeste de São Paulo, foi preso na quinta-feira após um mês de investigações da Polícia Civil. A operação também apreendeu grande quantidade de drogas e armamento pesado. "Conseguimos dar uma boa desarticulada no tráfico daquela região", afirmou o delegado Mário Palumbo Jr.

Integrantes do Departamento de Investigações sobre Narcóticos (Denarc) se fizeram passar por consumidores e conseguiram identificar o suspeito de ser o gerente do tráfico na região, Fernandes Duarte de Souza, de 32 anos, conhecido como "Canela". Na tarde de ontem, ele e William Penido dos Santos, de 21 anos, foram presos em um ponto de venda que funcionava ao lado de um depósito.

No local os policiais apreenderam 28 quilos de cocaína a granel, 330 pinos com cerca de uma grama de cocaína cada, oito quilos de maconha e um quilo e 400 pedras prontas para consumo de crack, além de lança-perfume e embalagens supostamente com morfina em quantidade não especificada.

Os criminosos também guardavam uma submetralhadora 9 mm, uma espingarda, uma granada, munições de diversos calibres, colete à prova de balas, uma prensa e fornos usados para a embalagem das drogas. Cerca de cem mil pinos de plástico vazios, importados da China, foram apreendidos.

    Leia tudo sobre: tráfico de drogasprisõespolícia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG