Polícia prende suspeita de integrar 'gangue das loiras' em São Paulo

A quadrilha, formada por pelo menos cinco loiras e uma morena, é suspeita de realizar assaltos a casas e sequestros relâmpagos

iG São Paulo |

Divulgação
Carina Geremias Vendramini foi presa no dia 9 de março
A Polícia Civil de São Paulo busca pelo menos mais cinco mulheres suspeitas de formar uma quadrilha especializada em assaltar casas e condomínios e realizar sequestros relâmpagos desde 2008, na cidade de São Paulo, Grande São Paulo e no Rio de Janeiro.

Os suspeitos: Jovem integrante da 'gangue das loiras' é casada e tinha vida dupla, diz polícia

O cerco ao grupo começou após policiais civis da 3ª Delegacia anti-sequestro do Departamento Estadual de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), com auxílio de policiais do Paraná, prenderem na sexta-feira (09), a loira Carina Geremias Vendramini, de 25 anos , suspeita de integrar a quadrilha.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP) de São Paulo, a jovem foi presa em seu apartamento, em Curitiba. A suspeita permitiu a entrada dos policiais do DHPP. Em São Paulo, a presa teria confirmado seu envolvimento em crimes e foi reconhecida por três vítimas.

Nesta terça-feira, a polícia divulgou imagens da ação da gangue. De posse dos cartões de crédito das vítimas, as loiras agem com tranquilidade ao fazer compras em lojas de shoppings centers. Entres os vídeos divulgados também há uma filmagem de um roubo a condomínio, onde uma delas espera o final da ação no lado de fora, e um saque de R$ 3,5 mil reais de uma agencia bancária de um shopping center. Veja as imagens abaixo :

De acordo com investigação de polícia, a quadrilha - composta por um homem e seis mulheres - começou com furto a condomínios e desde 2008 atua com sequestro relâmpago, tem como vítimas mulheres e idosas que eram surpreendidas perto de shoppings e estacionamentos. As mulheres da quadrilha, cinco loiras e apenas uma morena, estavam sempre bem vestidas e aparentavam ser de classe média alta.

Divulgação
Integrantes da 'Gangue das Loiras', que realizava sequestros relâmpagos em São Paulo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG